O conteúdo desta página requer uma versão mais recente do Adobe Flash Player.

Obter Adobe Flash player

Autoridades antecipam clima de campanha eleitoral durante cerimônia na Fatec

As Eleições 2014 acontecem apenas em outubro e a campanha ainda não começou oficialmente, ou pelo menos, não deveria ter começado. Mas, durante os discursos das autoridades na solenidade de inauguração da Fatec Jornalista Omair Fagundes de Oliveira, na quinta-feira, 15, não faltaram discursos tendenciosos.

O secretário de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação em exercício, Nélson Baeta Neves Filho, abriu os pronunciamentos parabenizando a população pela conquista da Carreta do Via Rápida e da Fatec. A primeira oferece cursos básicos e, a segunda, cursos tecnológicos, apontou.

Em seguida, usou a palavra o deputado estadual Edmir Chedid, que afirmou que luta pela vinda da Faculdade de Tecnologia a Bragança há 15 anos. Ele agradeceu os vereadores da cidade pela aprovação do projeto que doou terreno para a construção do novo prédio, o qual poderá receber até 1.500 alunos, e disse que a Fatec é o que há de melhor. A unidade, conforme destacou o deputado, representa uma oportunidade não só para os bragantinos, mas para toda a região. Edmir também falou do homenageado, o jornalista Omair Fagundes de Oliveira, que em vida foi proprietário do Bragança-Jornal. O deputado afirmou que Omair teve seu nome perpetuado com a Fatec não porque era dono de um jornal, mas pelo que fez pelas pessoas da cidade. Edmir, então, citou que a população está inquieta devido aos inúmeros casos de corrupção, mas argumentou que há muita gente boa. “Duas pessoas que podem representar esta política séria, honesta, são o Alckmin e o Serra. São exemplos para mim”, disse o deputado, pedindo ao ex-governador José Serra que voltasse a se candidatar.

O deputado federal Vanderlei Macris enfatizou que nos governos de José Serra e Geraldo Alckmin a qualidade de vida melhorou muito em Bragança Paulista e na região. Ele parabenizou o ex-prefeito Jango, o prefeito Fernão Dias e o governador Alckmin pela inauguração da Fatec, acrescentando que 90% dos alunos saem da faculdade com emprego garantido.

O prefeito Fernão Dias discursou logo após. Primeiramente, ele abraçou a presidente do Centro Paula Souza, Laura Laganá, com quem afirmou ter convivido na infância e adolescência. Ambos se emocionaram. Depois, ele disse que por ser “neófito” na política, tem estranhado algumas coisas, como o fato de agradecer por obras. “Ninguém deve falar o que todos falam aqui. Obrigado, governador. Obrigado, prefeito. Sinto, por ainda não ser um político propriamente dito, que não se deve agradecer político por Fatec, por dar casas populares, por rodovias, por ter uma saúde melhor. Acho que é nossa obrigação, governador. Nós somos remunerados, temos bom salário para isso mesmo. Nós temos o voto popular que nos elegeu e o senhor foi o homem mais votado da história de Bragança, quase 60 mil votos. Eu acho que o senhor, de fato, governador, veio a Bragança para retribuir a confiança que a população de Bragança destinou ao senhor”, declarou.

Fernão Dias afirmou que o governo estadual contribuiu para o desenvolvimento do município nas gestões de Serra e Alckmin, mas que foi sob a gestão do PT no governo federal que o país teve o maior desenvolvimento econômico da história. “Bragança teve sim um avanço no desenvolvimento econômico nas mãos do governador Geraldo Alckmin e, antes, do José Serra, é verdade. Mas as coisas estão se concluindo com um governo de postura séria como o nosso, um governo que realmente põe o dedo na ferida e aí eu cito o meu Partido dos Trabalhadores, partido que eu me orgulho e tenho a honra de pertencer. Meu partido que promoveu o maior desenvolvimento econômico da história do país”, enfatizou.

O prefeito acrescentou ainda que o PT é responsável pelo maior programa habitacional do Brasil, o Minha Casa Minha Vida, e ressaltou que a parceria com o governo estadual, por meio do Programa Casa Paulista, é essencial para a construção de moradias populares no estado.

Fernão Dias, então, disse que considera o ex-prefeito Jango como o verdadeiro pai regional da Fatec e finalizou seu discurso afirmando que a população tem necessidade não de partidos políticos, mas sim, de investimentos, os quais não têm faltado a Bragança Paulista por parte do governo estadual.

O ex-governador José Serra também fez seu pronunciamento, defendendo que a Fatec é como uma injeção na veia do emprego, é o ensino que vira emprego. De acordo com ele, nos últimos sete anos, o número de alunos nas Fatecs aumentou em duas vezes e meia. Serra também falou sobre a Sabesp, aconselhando que os municípios que têm serviço próprio de água e esgoto deveriam firmar contrato com a companhia porque ela “tem mais bala na agulha”. Ao prefeito Fernão Dias, o ex-governador, que figura como um dos candidatos ao cargo de vice-presidente na chapa pura tucana com Aécio Neves, disse que o estilo de governar do PSDB não é trabalhar para os partidos, mas para a população.

Geraldo Alckmin entregou, em seguida, as chaves de um ônibus escolar para o prefeito Fernão Dias e iniciou seu discurso. Ele citou todas as obras entregues e verbas destinadas, como a de R$ 350 mil por mês para a Santa Casa da cidade, recurso que deve ser usado apenas na ampliação do atendimento gratuito e não para reformas. Além disso, para o Husf (Hospital Universitário São Francisco), mais R$ 2,6 milhões estão sendo enviados por mês para que se transforme num hospital estruturante e amplie o atendimento de alta complexidade. O governador encerrou seu pronunciamento dizendo ao prefeito Fernão Dias que ele pode contar com sua parceria.

O conteúdo desta página requer uma versão mais recente do Adobe Flash Player.

Obter Adobe Flash player