O conteúdo desta página requer uma versão mais recente do Adobe Flash Player.

Obter Adobe Flash player

Administração Jango e equipe de Fernão Dias iniciam governo de transição

Ocorreu na última quinta-feira, 11, no Palácio Santo Agostinho, a primeira reunião entre membros da administração João Afonso Sólis (Jango) e da futura administração de Fernão Dias da Silva Leme, eleito prefeito de Bragança, no último domingo, 7.

Na semana passada, o atual prefeito já havia enviado à Câmara Municipal, projeto de lei sobre a transição democrática de governo na cidade, dispondo sobre a formação da equipe de transição e definindo o seu funcionamento.

O objetivo, conforme justificativa do projeto, é otimizar a transição governamental no município e propiciar as condições para que o candidato eleito, contudo, ainda não empossado no cargo de prefeito, receba do prefeito atual todos os dados e informações necessárias à consecução do seu programa de governo, como os relacionados às contas públicas, à dívida pública, ao inventário de bens, aos programas e aos projetos da administração municipal, aos convênios e contratos administrativos, bem como ao funcionamento dos órgãos e entidades da administração direta e indireta do município, e à relação de cargos, empregos e funções públicas, entre outras informações.

O prefeito eleito Fernão Dias da Silva Leme, noticiou ao Jornal Em Dia, “montamos uma equipe de transição, composta por oito pessoas, em um clima harmônico, bastante respeitoso e será uma transição pacífica”.

Fernão Dias ressaltou, ainda, que esse grupo foi formado pelos três partidos que o elegeram e os nomeados não receberam nenhuma promessa ou indicativo de que farão parte do futuro secretariado. “São pessoas técnicas que irão compor o governo de transição”, finalizou.

Os oito membros indicados pelo prefeito eleito são: Hilmar de Moraes, economista e ex-secretário municipal de Desenvolvimento Econômico; Marcelo Perrone Ribeiro, engenheiro e que já atuou na secretaria municipal dos Agronegócios; João Carlos Monte Claro Vasconcellos (Joca), ex-vice prefeito; Evandro Luís Amaral Ribeiro, ex-pró-reitor Comunitário da Universidade São Francisco (USF) e gerente geral do Cursinho da Poli; Edgar Leonardo Piccino, secretário-executivo do Casa Brasil, projeto do Ministério da Ciência e Tecnologia e um dos responsáveis pelo marketing da campanha eleitoral; Elaine Cristina Terron, presidente do PT de Bragança; Eduardo de Carvalho Pinto, ex-presidente da FESB (Fundação Municipal de Ensino Superior de Bragança Paulista) e Mauro Moreira, médico.

Já o grupo pertencente à atual administração, é coordenado pelo secretário chefe de gabinete, Luiz Roberto Torricelli.

O conteúdo desta página requer uma versão mais recente do Adobe Flash Player.

Obter Adobe Flash player