O conteúdo desta página requer uma versão mais recente do Adobe Flash Player.

Obter Adobe Flash player

Convênio com o Fundo Social do estado vai permitir implantação do Projeto Horta Educativa

Matéria publicada na edição de 16 de junho de 2018

 

Outros municípios da região de Campinas também firmaram a parceria

 

A primeira-dama e presidente do Fundo Social de Solidariedade do estado de São Paulo (Fussesp), professora Lúcia França, participou na manhã de quarta-feira, 13, em Campinas, do evento de assinatura de convênios para implantação dos projetos Escola de Moda, Escola de Beleza, Escola de Construção Civil, Horta Educativa, Natal Espetacular e Costurando o Futuro em diversos municípios, dentre eles, Bragança Paulista.

Desde 2011, mais de 185 mil pessoas foram capacitadas pela Escola de Qualificação Profissional e mais de 300 mil crianças beneficiadas pelo projeto da Horta Educativa. “Muito feliz pela adesão dos municípios aos novos projetos e também pelo interesse em dar continuidade aos projetos que já eram realizados”, comentou Lúcia França.

Ao todo, foram assinados 15 convênios, com os seguintes municípios: Aguaí, Amparo, Bragança Paulista, Charqueada, Corumbataí, Elias Fausto, Engenheiro Coelho, Itupeva, Limeira, Tapiratiba e Vinhedo.

O Projeto Horta Educativa, que será desenvolvido em Bragança, tem como objetivo fortalecer o trabalho educacional voltado à formação de valores sociais, culturais e alimentares compatíveis com a preservação da cultura do país, do meio ambiente e da promoção de hábitos alimentares saudáveis.

O foco é ensinar, mesclando aulas teóricas e práticas, conceitos de Educação Ambiental, Nutricional e Valorização do Meio Rural via horticultura. As atividades têm duração de um ano e atendem crianças matriculadas na rede pública até o 4º ano do Ensino Fundamental.

No momento, a iniciativa será aplicada nas Escolas Municipais Abner Antônio Sperendio, na Cidade Planejada II, e Padre Donato Vaglio, na Vila Bianchi.

Vários representantes de Bragança compareceram ao evento, como o vice-prefeito Amauri Sodré, sua esposa, Cleide Izeppe da Silva, e a presidente do Fundo Social do município, Francine Pereira, que acredita que as crianças atendidas terão a oportunidade de conhecer e valorizar a importância dos produtos naturais, melhorar os hábitos alimentares e ter atenção especial ao plantio e cultivo dos alimentos.

O conteúdo desta página requer uma versão mais recente do Adobe Flash Player.

Obter Adobe Flash player