O conteúdo desta página requer uma versão mais recente do Adobe Flash Player.

Obter Adobe Flash player

Administração cria Comitê de Gerenciamento de Crise e decreta situação de emergência

Matéria publicada na edição de 30 de maio de 2018

 

Aulas foram suspensas na rede municipal e próxima reunião ocorre na sexta-feira a fim de avaliar a situação, traçar novos procedimentos e definir os serviços que poderão ser prestados à população

 

A greve dos caminhoneiros chegou ao 10º dia e, conforme o movimento avança, o desabastecimento se agrava. Na segunda-feira, 28, o prefeito Jesus Chedid convocou uma coletiva de imprensa e anunciou a decretação de situação de emergência na cidade.

A Administração Jesus/Amauri decidiu, ainda, criar o Comitê de Gerenciamento de Crise, encabeçado pelo próprio prefeito e composto por dez secretários municipais, além do vice-prefeito e do chefe de gabinete, que ficará encarregado de se reunir periodicamente para analisar as prioridades no atendimento e prestação de serviço à população.

“Diante da situação em que o país se encontra, estamos publicando o decreto. Cada dia, temos que analisar e rever o que será feito, pois dependemos do abastecimento e de condições aquém da Administração, por isso, algumas determinações foram necessárias. Nossa prioridade é a saúde, segurança pública e garantir condições para a Educação, e dentro das possibilidades, determinamos as prestações de serviço” informou o prefeito Jesus.

Uma das medidas garantidas pelo Decreto 2.696 foi a suspensão das aulas na rede municipal, na terça-feira, 29, e quarta-feira, 30. Assim, nesta semana, não haverá aulas, já que quinta-feira, 31, é feriado de Corpus Christi e para a sexta-feira, 1º, já havia sido decretado ponto facultativo.

O prefeito Jesus informou que na segunda-feira, 28, dos 15.296 alunos, apenas 2.094 compareceram entre o período da manhã e da tarde, e que 154 professores faltaram, dos 839 que integram a rede.

O atendimento na área da Saúde será mantido até segunda ordem. A secretária municipal de Saúde, Marina de Oliveira, informou, durante a coletiva, que o transporte e o atendimento de pacientes ainda não havia sido prejudicado.

Além disso, representantes das empresas de transporte coletivo (Nossa Senhora de Fátima) e coleta de lixo (Embralixo) também participaram da reunião. Eles declararam que a coleta de lixo seria mantida normalmente até esta quarta-feira, 30, e que os ônibus também circularão até essa data, só que com 50% da frota, ou seja, seguindo os horários de domingo.

A próxima reunião do Comitê de Gerenciamento de Crise formado pela Prefeitura acontece na sexta-feira, 1º, quando a situação será analisada novamente a fim de traçar novos procedimentos e definir os serviços prestados à população.

MANIFESTAÇÕES

Bragança Paulista registrou atos de protesto nessa segunda-feira, 28, na Praça Raul Leme e na Avenida Antônio Pires Pimentel. Mototaxistas, taxistas e pedestres foram às ruas demonstrar apoio à greve dos caminhoneiros e interditaram por algum tempo o trecho entre a rotatória de acesso à rodoviária antiga e a Rua Professor Luiz Nardy.

Além de apoiar a mobilização dos caminhoneiros, os manifestantes pediam a redução no preço de todos os combustíveis, não apenas do diesel.

Para essa terça-feira, 29, um novo protesto na cidade foi marcado. O ato ocorreria próximo à rotatória do Lago do Taboão, em apoio aos caminhoneiros e petroleiros, com intenção de reunir o povo trabalhador e construir uma greve geral.

Já na Rodovia Fernão Dias, na manhã dessa terça-feira, 29, um trecho ficou bloqueado. Os manifestantes se agruparam próximo ao município de Extrema-MG e colocaram fogo em pneus para impedir a passagem dos veículos.

Homens do Exército então chegaram e liberaram a estrada, garantindo um corredor livre. Os caminhoneiros, porém, continuaram ocupando a segunda faixa e o acostamento da rodovia.

SANTA CASA ANUNCIA SUSPENSÃO DE ATENDIMENTO AMBULATORIAL E CIRURGIAS ELETIVAS

Outra consequência da greve em Bragança Paulista foi a decisão da Santa Casa de Misericórdia de suspender as cirurgias eletivas e o atendimento ambulatorial a partir de sexta-feira, 1º, por tempo indeterminado.

O comunicado divulgado diz que o atendimento de urgência e emergência será mantido.

AULAS SUSPENSAS TAMBÉM NO INSTITUTO FEDERAL

A USF (Universidade São Francisco) e a Fesb (Fundação de Ensino Superior de Bragança Paulista) já haviam tomado a decisão de suspender as aulas na semana passada.

Agora, o Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de São Paulo (IFSP) também informou que as atividades administrativas e acadêmicas nos seus 36 campi e também na sua reitoria estão suspensas desde segunda-feira, 28, até esta quarta-feira, 30.

“Essa medida foi motivada pela dificuldade no deslocamento dos estudantes, servidores e demais trabalhadores no trajeto até a instituição, como resultado do desabastecimento de combustível. Visando ao cumprimento da carga horária e do calendário acadêmico previstos, será realizada a reposição do conteúdo programático junto aos alunos”, informou a nota.

GOVERNADOR ANUNCIA DESBLOQUEIO DE

REFINARIAS PAULISTAS

O governador Márcio França se reuniu nessa terça-feira, 29, com representantes dos caminhoneiros autônomos e, ao final do encontro, informou que as refinarias paulistas começariam a ser desbloqueadas já nessa terça.

Em Bragança Paulista, há a expectativa de que nesta quarta-feira, 30, os postos sejam abastecidos, já que informação nesse sentido foi divulgada pelas redes sociais ontem.

Se isso não ocorrer, a tendência é que a situação se agrave ainda mais. As ruas já estão vazias e pouco a pouco, os estabelecimentos comerciais estão diminuindo suas atividades, pois nem patrões nem funcionários têm combustível para ir trabalhar.

O conteúdo desta página requer uma versão mais recente do Adobe Flash Player.

Obter Adobe Flash player