Os saguis

O conteúdo desta página requer uma versão mais recente do Adobe Flash Player.

Obter Adobe Flash player

Os saguis

Por Ana Raquel Fernandes

 

Era mais uma tarde comum a tantas outras, na qual, mais uma vez, eu dirigia rumo à cidade de Vargem para ministrar aulas de Língua Portuguesa. E eu não sabia, eu de fato nunca sei o que a próxima curva na estrada me reserva.

E a vida não é mesmo assim? Essa estrada que se apresenta como bem quer, com buracos, solavancos, ultrapassagens perigosas, e muita, muita paisagem de tirar o fôlego à nossa janela...

Eu dirigia, escutando rádio, como de costume. O sol do meio-dia e pouco queimava minha pele de melanina pouca, como que rompendo a película, que propositalmente coloquei nos vidros, inocente, pensando me proteger desse meu arqui-inimigo tão belo e necessário. Eu dirigia como sempre, atenta, e ao mesmo tempo, melancólica (as tardes, confesso, me dão sono), quando me deparei com ele, o cadáver estirado de um macaquinho. Devia ser um saguizinho, e valeu meu esforço de não passar por cima de seu corpinho ignóbil, movendo o volante um pouco para a direita.

E eu desliguei o rádio. Eu fiz silêncio para reverenciar a morte. E me peguei pensando no tal macaquinho. Por que morrera assim tão cedo e de forma tão cruel? Acaso não vira o carro? Ágil como costuma ser todo macaquinho, por que não conseguira atravessar a tempo? Ah... a vida! Ah... a morte. Essas duas irmãs incógnitas.

Segui dirigindo, e para minha surpresa, surpresa mesmo, com o que me deparo um pouco mais adiante? Um saguizinho serelepe saltando em frente ao meu carro, atravessando a pista, cheio de um despudor e uma ousadia adoráveis. Lindo!

Mas como não pensar em seu irmãozinho morto?

Afinal, o que é que separa vida e morte? Ou ainda, quem e o que as determina?

E eu preferi fixar meu pensamento na alegria saltitante do saguizinho vivo, mas a morte, a morte e seus mistérios sempre ocuparão um espaço enorme em minha alma.

 

Ana Raquel Fernandes é professora de Língua Portuguesa, subversiva. Críticas e sugestões: sub-ver-siva@hotmail.com

O conteúdo desta página requer uma versão mais recente do Adobe Flash Player.

Obter Adobe Flash player