O conteúdo desta página requer uma versão mais recente do Adobe Flash Player.

Obter Adobe Flash player

Licitação sobre fiscalização eletrônica e monitoramento terá nova sessão nesta quinta-feira

Matéria publicada na edição de 9 de maio de 2018

 

A licitação que está sendo promovida pela Prefeitura de Bragança Paulista a fim de contratar empresa especializada para prestação de serviços de fiscalização eletrônica e monitoramento de trânsito no sistema viário do município terá uma nova sessão nesta quinta-feira, 10.

O processo teve sua sessão de abertura no dia 5 de fevereiro. Desde então, a Comissão de Licitações e as Secretarias de Assuntos Jurídicos e de Mobilidade Urbana vinham analisando os recursos impetrados.

Na última segunda-feira, 7, foi publicada a decisão da Comissão Permanente de Licitações sobre o recurso apresentado pela empresa Tecdet Tecnologia em Detecções Comércio, Importação e Exportação Ltda., apontando para a habilitação das quatro empresas que estão participando.

Além dessa decisão, foi publicado o aviso de abertura dos envelopes de proposta comercial, que ocorrerá em sessão pública nesta quinta-feira, 10, às 9h30, na Prefeitura.

A expectativa é que, com isso, seja definido o ganhador da licitação para que então seja finalizado este processo licitatório, iniciado em julho de 2017.

ZONA AZUL DIGITAL

Outra licitação da área de Mobilidade Urbana que ainda aguarda seu desfecho é a que pretende cadastrar empresas para a digitalização da zona azul.

O processo não se movimenta desde o final de março deste ano e, por isso, o Jornal Em Dia questionou a Prefeitura.

A resposta foi que, após o cadastramento de seis empresas habilitadas, foi aberto prazo para a apresentação de documentação técnica e avaliação dos sistemas.

“É o que está sendo feito no momento. Estamos compatibilizando a necessidade de infraestrutura de hardware e software da PMBP (Prefeitura Municipal de Bragança Paulista) para então realizarmos os testes com os sistemas apresentados. Após a aprovação dos sistemas, serão adjudicados os contratos com as empresas e iniciado o processo de implantação dos sistemas”, respondeu a Secretaria de Mobilidade Urbana por meio da Divisão de Imprensa.

O conteúdo desta página requer uma versão mais recente do Adobe Flash Player.

Obter Adobe Flash player