O conteúdo desta página requer uma versão mais recente do Adobe Flash Player.

Obter Adobe Flash player

Exposição “Hipóteses”, de Daniel Lima, na Casa Lebre

No dia 21 de abril, abre, na Casa Lebre, a mostra “Hipóteses”, de Daniel Lima, artista visual que, entre outros atos, foi um dos idealizadores da Casa Trinta (r.i.p.), e é colaborador do Edith Cultura e do espaço Comunidade Sorriso. Ativo na cena independente da região, Daniel traz para esta exposição, os trabalhos mais recentes de sua pesquisa. A mostra fica aberta até o mês de junho e conta com um bate-papo com o artista, no fechamento.

“Hipóteses” foi o nome escolhido pelo artista para esta exposição. O fascínio pelas possibilidades fica claro quando percebemos trabalhos com curiosas combinações de pequenas partículas. Partindo de gravuras que encontram linhas, passando por colagens embebidas em tinta e, finalmente, aterrizando na pintura e na matéria da cor, o artista pesquisa o tempo contemporâneo e seu emaranhado de informações.

O exercício da escolha, quando atentos, pesa. Pesa porque se ontem tivéssemos escolhido outro percurso talvez hoje estivéssemos em uma realidade absolutamente distinta da que estamos agora. Em “Hipóteses”, este cenário de colagens estéticas ilustram esta narrativa. A exposição se desenrola a partir de possibilidades, que se unem e são atravessadas por ruídos, possíveis pela sobreposição de imagens, vibrações e ideias. Daniel faz do reaproveitamento de materiais uma regra para desenvolver estes trabalhos. A informação contida em matrizes reaproveitadas reforçam a identidade velha adquirida pelas obras.

Sobre o artista:

Atualmente, acredito que a minha maior preocupação na arte é a precariedade em que se encontram certas(os) artistas em comparação com a realidade de abundância que outras camadas da sociedade gozam. Isso, de certa forma, tem distanciado meu trabalho de temáticas por demais pragmáticas.

O problema e o desafio em lidar com temáticas apresentam-se como um motor para o descobrimento de outro espaço de discussão. Esse espaço proporcionou-me a busca por métodos e propostas que condissessem com o que realmente se mostrava interessante para minha vida e para minha pesquisa artística.

As fronteiras que enxergo dentro do que é compreendido como arte, e principalmente sobre o que o mercado de arte valida enquanto projeto artístico, são comparáveis as mesmas situações de divisão e margeamento que certas faixas da sociedade passam. 

Meus estudos da forma, dos materiais, técnicas e referências que me cerceiam são então a tentativa de significar tais questões, e a observação dessas movimentações hoje se mostram claras como um caminho coeso de continuidade de estudos de casos. Sendo o trabalho, a própria observação destes meios.

Daniel Lima é artista visual e designer. Suas influências são as artistas e os artistas que o rodeiam em sua realidade íntima, não acreditando, assim, em inspirações e genialidades.

Conheça a produção do artista em: instagram.com/dronedronedrone

Serviço:

Exposição “Hipóteses”, de 21/04 a 23/06

Abertura: 21/04, 17h

Fechamento + bate papo com o artista: 23/06, 18h

Entrada gratuita

Casa Lebre - R. Nícola Ortenzi, 104, Taboão

Para saber mais: http://casalebre.com.br/ouem https://www.facebook.com/casalebre/

 

Confira os horários de funcionamento na página da Casa Lebre.

 

 

O conteúdo desta página requer uma versão mais recente do Adobe Flash Player.

Obter Adobe Flash player