O conteúdo desta página requer uma versão mais recente do Adobe Flash Player.

Obter Adobe Flash player

O Criador e a criatura política

Olha, minha gente, quando se fala em “compra de votos”, o ser humano e, neste caso, em especial, o brasileiro sempre é vitima da própria ação. Na verdade, tem gente que adora simplesmente chamar um político de ladrão, mas, na realidade, quem está constituindo o ladrão é esse próprio eleitor que acaba se vendendo ao tal político.

Bom, quem troca o seu voto por dinheiro, favores, dívidas, combustível e até mesmo por prato de comida, não terá o direito de reclamações posteriores, afinal, esse político irá dizer quando for procurado: “Comprei e paguei!”.

Para conhecer esse povo que chama político de ladrão ou reclama que político não o atende pós-eleição é fácil. Seja um candidato a qualquer cargo eletivo que você conhecerá... Tem gente que espera com muita ansiedade as eleições, pois este é um grande momento de explorar candidatos. Falam de corrupção, mas, no ato da campanha, são os primeiros a encostar-se ao candidato para pedir dinheiro oferecendo, às vezes, até o que não têm: VOTOS! Isso já é uma corrupção alheia e no mínimo uma extorsão primária.. Quem disse que está na Constituição que o candidato tem que dar dinheiro ou prestar favores à população? Na verdade, depois de eleito, o candidato assume um cargo público e tem como obrigação trabalhar para a população, mas, como candidato, sua obrigação é pedir votos demonstrando aquilo que poderá fazer quando eleito. No caso de “venda de votos” não me refiro somente a uma classe C ou D, não, pois não são somente eles que são adeptos a essa prática. Falo do eleitor, sem exceção de classes. Um candidato a vereador em Bragança, por exemplo, salvo pequenas exceções, dizem que para ser eleito gastará em média 200 mil reais. Você acha mesmo que esse valor é com gasolina, alimentação e material de divulgação de sua equipe de campanha? Depois, a população reclama que o político após ser eleito não a recebe em seus respectivos gabinetes, oras bolas! É claro! Pois ele vai dizer que não deve nada à população, pois o pleito foi pago antecipado... É o seguinte: quando um candidato não precisar mais fazer campanha milionária e não precisar mais doar comida ou prestar favores para o povo QUE TRABALHA, aí, sim, todos terão o direito de fazer valer a CONSTITUIÇÃO.  Se continuar assim, a população perderá o direito e a moral para cobrar uma Bragança melhor e de exercer a cidadania a que tem direito.

 

Falando em Horário Eleitoral – Começou a farra! Olha, só assistindo para acreditar... Como tem gente para tudo nesse mundo. Aqui em Bragança não é diferente. Com o início do Horário Eleitoral gratuito, podemos ver o quanto existem pessoas com falta de discernimento e bom senso. Tomara que saibamos escolher os melhores (ou os menos ruins, sei lá).

 

Falando nisso – Tem um candidato que já começa errando! Logo no início, cumprimenta a todos como “amigos”, esquecendo que a grande maioria sabe de sua postura política remendada e com um currículo de traição nas costas. É no mínimo ridículo tal pessoa começar menosprezando uma palavra tão boa que ela mesma pouco conhece. “Amigo”. Isso, sim, é ser fiel à infidelidade!

 

Falando em consciência – O arco-íris vai estar presente como nunca nestas eleições. Segundo a Associação Brasileira de Gays, Lésbicas, Bissexuais, Travestis e Transexuais (ABGLT), o número de candidatos LGBTs é um recorde no Brasil, com mais de 100 concorrentes em prol do respeito à diversidade sexual. Em 2008, a ABGLT registrou 79 candidatos. Para estampar o propósito carro-chefe das campanhas, muitos dos LGBTs inseriram o 24 no número da candidatura. E Bragança também seguiu o exemplo com vários candidatos usando o 24 em sua candidatura.

 

Falando em Colégio São Luiz – Agora vai! Será mesmo? Bem, mais uma notícia dizendo que o prefeito Jango assinará a ordem de serviço para a tão esperada reforma e restauro do famoso prédio. Se tudo der certo, conforme palavras do secretário de Turismo, Raul Lencini, a assinatura ocorrerá ainda esta semana, em evento a ser realizado no próprio local a ser reformado, onde, inclusive, fazem questão da presença do programa da Band, “CQC” (Custe o Que Custar). A seguir, cenas do próximo capítulo...

 

Falando em debate – Nesta eleição, a Rádio o Caminho FM 105,9 fará o único debate entre os candidatos a prefeito em Bragança. Bem, pelo menos os representantes dos candidatos inicialmente participaram de reuniões referentes ao assunto e, ao que me parece, confirmaram participação no debate a ser realizado no dia 28 de setembro, com regras já definidas e com temas pré-estabelecidos pelos candidatos.

 

Falando nisso – É isso aí! É isso que eu quero dizer quando uma rádio tem boa administração e conquista credibilidade. Parabéns a toda equipe da Rádio o Caminho FM 105,9.

 

Falando em trânsito – Meu Deus! O que é aquilo no Taboão? Incrível o tamanho das filas nos finais de tarde em todas as travessas daquela redondeza. Será que o secretário de Trânsito em exercício, Eduardo, tem passado por lá? Não é possível. Tudo bem que obras podem estar atrapalhando, mas, ao menos guardas de trânsito, para auxiliar e dar melhor prosseguimento ao trânsito no local, deveriam ficar por lá, ou até mesmo para dar segurança, pois até brigas e discussões vêm ocorrendo diariamente por motivos óbvios.

 

Falando em crença – Olha, gente, muitos já sabem que, embora eu seja católico, gosto muito e participo de alguns cultos evangélicos de igrejas que realmente fazem um sério e ótimo trabalho onde quer que seja. Porém, ultimamente, podemos ver na televisão vários absurdos que alguns pastores e bispos proporcionam em seus horários na TV. Imagens que infelizmente distorcem o Evangelho e banalizam a fé. Importante lembrar que não são todas, é claro, mas vamos a alguns exemplos: Tem uma igreja evangélica que agora está oferecendo a “Fronha da Esperança”. Por uma “bagatela” de 91 reais, essa fronha irá realizar todos os seus sonhos de consumo. Essa mesma igreja, até pouco tempo, vendia também a “Caneta da Esperança”. Tudo que se assinava com ela dava certo, até cheque sem fundo ela pagava! Tem também o raio X do missionário (dá até medo quando vejo essas coisas). Ele diz ter o raio X de Deus nos olhos, suplantando a Palavra e o próprio Deus que veem o interior das pessoas. Chega a assustar. Tem também o revelador de nomes, que (coitados dos crentes), com uma visão de raio X, divulga os nomes das pessoas que estão pecando e deixa todas expostas ao ridículo. Que coisa, hein?! 

 

É OURO! – Olha, estive essa semana visitando alguns comitês políticos de nossa cidade e pude ver a organização de alguns, em especial, o comitê do PR que, valorizando todos os seus candidatos a vereador e seu candidato a prefeito, destacou em grandes fotos todos eles num painel gigante dentro do local. Parabéns!

 

É LATA! – Horário Eleitoral do PSB – É nítido certo despreparo do candidato Gustavo, que acabou passando (em minha opinião) uma péssima impressão de suas propostas no rádio e na televisão. Numa de suas falas, o candidato a prefeito afirmou que irá construir um clube para os funcionários públicos da cidade ou fazer convênio com os clubes existentes, com o argumento de que, assim, os quatro mil funcionários públicos atenderão melhor à população. Oras bolas! Então, para o funcionário público cumprir sua obrigação (bom atendimento à população) dependerá da construção de um clube recreativo? Não seria melhor investir então no salário? Que preparo, hein?! Isso sem falar que em um de seus programas de televisão, quando ele fala em “Turismo Gastronômico”, aparece a imagem da venda de pastel na feira! Está de brincadeira, né?!

 

Frase – “Pior do que os que fazem fofocas, só os que param para ouvi-las”.

 

Piada

Após atender o telefonema da mulher, o funcionário diz ao chefe:

— Chefe, pode me dispensar do serviço hoje à tarde? É que minha mulher vai ter um filho, sabe...

— Se o motivo é esse, então, está dispensado.

No dia seguinte, o chefe pergunta:

— E aí, como é que foi? Menino ou menina?

— Tudo ótimo. Agora, para saber se é menino ou menina, só daqui a nove meses.

 

Reflexão da semana – A vida é aquilo que passa enquanto você mexe no Facebook!        

Até a semana que vem!

O conteúdo desta página requer uma versão mais recente do Adobe Flash Player.

Obter Adobe Flash player