O conteúdo desta página requer uma versão mais recente do Adobe Flash Player.

Obter Adobe Flash player

Prefeitura alega “inconsistências no sistema” e suspende licitação para serviços de limpeza pública

Matéria publicada na edição de 6 de janeiro de 2018

 

Estava marcada para ocorrer nessa sexta-feira, 5, a sessão de abertura do pregão que objetivava contratar empresa especializada para a execução de serviços de limpeza pública e correlatos no município. Porém, no horário que seria para a reunião começar, um documento foi fixado na parede próxima à sala de licitações da Prefeitura de Bragança Pau-lista, informando a suspensão do certame.

Representantes de quatro empresas estavam presentes para participar da licitação: P&S, de Guarulhos; F. S., de São Paulo; a Embralixo, de Bragança, que atualmente presta o serviço; e MZ Locações, que afirmou ter interesse apenas no lote 3 da licitação.

O edital é composto por três lotes.

O primeiro diz respeito à coleta de resíduos domiciliares, industriais e comerciais com destinação final, com instalação e manutenção de cestos coletores em áreas públicas, varrição de vias, áreas e lo-gradouros públicos, limpeza e desinfecção de feiras livres e coleta seletiva com transporte até a usina de reciclagem.

O segundo lote inclui a coleta, transporte e destinação final de resíduos sólidos de saúde, zoonoses e medicamentos.

Já o terceiro abrange a coleta de entulhos decorrentes de construção civil, reformas, restos de mudanças e podas, com transporte e destinação final.

O documento que avisou sobre a suspensão diz que a decisão foi tomada por razões de conveniência e oportunidade e que a realização da sessão do pregão foi adiada sine die, ou seja, sem previsão de nova data para ocorrer.

Em nota de esclarecimento enviada pela Divisão de Imprensa da Prefeitura, e assinada pelo secretário municipal de Serviços, Aniz Abib Júnior, foi informado que a decisão pela suspensão se deu “em virtude de inconsistências evidenciadas no sistema”. “Todos os documentos e arquivos referentes ao edital foram encaminhados pelos setores responsáveis nos prazos determinados e disponibilizados no site da Prefeitura. Em virtude de inconsistências evidenciadas no sistema, a Administração Municipal reviu o processo e concluiu, por bem, suspender a Sessão Pública desta sexta-feira”, diz a nota.

O secretário estimou que a próxima edição da Imprensa Oficial, na terça-feira, 9, já deve trazer o aviso de reabertura do processo licitatório.

O conteúdo desta página requer uma versão mais recente do Adobe Flash Player.

Obter Adobe Flash player