O conteúdo desta página requer uma versão mais recente do Adobe Flash Player.

Obter Adobe Flash player

REFUGIADOS

Por Ana Raquel Fernandes

 

Eles já chegaram. São refugiados e, portanto, mal-quistos por aqui. Estão exaustos e esfaimados. A mulher sente as pernas dormentes, inchadas. Seus pés mais parecem dois pães. O peso da barriga lhe pesa sobre o corpo todo e ela já começa a sentir a dor de ter chegado a hora.

O homem, não se sabe se está mais cansado ou preocupado com a esposa, prestes a dar a luz.

A viagem fora longa demais. Travessias são assim. Mas agora que chegaram, onde ficarão? Parece não haver lugar para eles, não são bem-vindos e tudo está lotado, inclusive o coração dos homens, cheio de egoísmo e nenhuma empatia.

A travessia desses imigrantes fora mais difícil do que você e eu podemos imaginar.

O menino no ventre da mulher atravessou as barreiras que separam o divino do humano para estar agora entre nós. E ele vai nascer, a despeito do pouco caso e do pouco amor daqueles que o cercam.

O Cristo imigrante busca refúgio no coração do Pai e encontra. Numa fétida, mas acolhedora estrebaria, o menino que mudaria para sempre os rumos da História, nasce.

Nasce, para mais tarde morrer. E como refugiado que é, morre acusado de ser um farsante, um mentiroso, um impostor... E a morte que lhe impõem os homens, senhores da verdade, é a mais cruel de todas.

Mas voltemos à cena de seu nascimento: Eu posso ver o medo nos olhos de José, e a dor nos olhos da bendita Maria.

Posso sentir o cheiro de estrume, perfume este com que esse mundo fétido recebeu seu salvador.

Posso ouvir o silêncio dos animais e notar seu estado de total reverência quando do nascimento de seu pastor.

Ele nasceu. O verbo fez-se carne. Deus habita entre nós.

Mas não se engane, ele caminha hoje entre nós. Refugiado, maltrapilho, esfaimado, ele ainda busca refúgio, casa, comida, dignidade!

Feliz Natal!

 

Ana Raquel Fernandes é professora de Língua Portuguesa, subversiva. Críticas e sugestões para: sub-ver-siva@hotmail.com

 

O conteúdo desta página requer uma versão mais recente do Adobe Flash Player.

Obter Adobe Flash player