O conteúdo desta página requer uma versão mais recente do Adobe Flash Player.

Obter Adobe Flash player

Reforma Protestante volta a ser tema da Tribuna Livre

Matéria publicada na edição de 9 de novembro de 2017

 

A Reforma Protestante completou, no dia 31 de outubro, 500 anos. Na sessão ordinária da Câmara do dia 24 de outubro, o pastor Josafá Morais Pereira participou da Tribuna Livre para falar desse tema. Na última terça-feira, 7, o assunto voltou a ser tratado, com a participação do pastor Armando César Cândido da Silva, também na Tribuna Livre.

Colunista do Jornal Em Dia, o pastor Armando explicou que a Reforma Protestante foi um movimento que teve início na Alemanha, mas não se restringiu aquele país e não envolveu apenas o âmbito religioso.

Conforme o manifestante da Tribuna, o movimento consistiu em uma revolta contra o poder central da igreja, que naquela época se encontrava corrompida.

O pastor Armando disse que a livre iniciativa de mercado e o direito de viver do próprio capital são alguns dos frutos da Reforma Protestante.

A Igreja Batista, da qual o pastor faz parte, foi fundada no Século XVII e se instalou no Brasil no ano de 1689. Em 2013, ela contava com 1,7 milhão de pessoas como membros. Neste ano, o número subiu para mais de três milhões.

O vereador Natanael Ananias, que apresentou o pastor Armando, destacou como pontos positivos da Reforma Protestante a liberdade de culto e de conhecer as escrituras bíblicas.

 

O conteúdo desta página requer uma versão mais recente do Adobe Flash Player.

Obter Adobe Flash player