O conteúdo desta página requer uma versão mais recente do Adobe Flash Player.

Obter Adobe Flash player

Administração flexibiliza horário de restrição de caminhões para empresas da cidade

Matéria publicada na edição de 2 de novembro de 2017

 

Desde julho deste ano, a circulação de caminhões tem restrições em algumas vias da cidade. E de lá para cá, muitas foram as reclamações, especialmente de comerciantes que dependem desses veículos para receber ou entregar mercadorias.

Na última segunda-feira, 30, a Administração Jesus/Amauri realizou uma reunião para tratar do assunto, oportunidade em que anunciou a assinatura de um novo decreto que objetiva flexibilizar o horário de restrição do tráfego de veículos pesados para as empresas instaladas no município.

A restrição é válida para a Avenida Dom Pedro I, nos dois sentidos, Avenida dos Imigrantes, nos dois sentidos, entre a Praça Nove de Julho e a rotatória da Avenida Dr. Plínio Salgado, e Avenida Alberto Diniz, nos dois sentidos, conforme o Decreto Municipal 2.484/2017.

O novo decreto foi assinado pelo vice-prefeito Amauri Sodré, ainda durante o exercício como prefeito. Ele prevê que os estabelecimentos legalmente sediados nas vias urbanas compreendidas na área de restrição gozem de horário específico de restrição de tráfego sendo: de segunda à sexta-feira, das 8h às 9h e das 18h às 19h.

Conforme a Prefeitura, enquadra-se nessas medidas todo caminhão que tenha necessidade de transitar nessas vias sinalizadas com Placas de Regulamentação R-9, quando complementada com a legenda “Exceto Veículos Autorizados”, desde que licenciados e emplacados no município de Bragança Paulista e devidamente cadastrados nas condições de excepcionalidades junto a Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana.

Após a assinatura do decreto, aguarda-se agora a publicação dele na Imprensa Oficial. A partir daí, ele entra em vigor em dez dias.

QUASE DEZ MIL MULTAS

Durante a reunião, também foram apresentados dados sobre a restrição de caminhões no que diz respeitos às multas aplicadas.

De 17 de julho a 20 de outubro, foram captadas 26.083 imagens de restrição nas vias mencionadas. Dessas, 16.430 foram eliminadas, pois se tratava de veículos cadastrados. Assim, 9.653 multas foram geradas no período, uma média de 146 multas por dia.

A Secretaria de Mobilidade Urbana também exibiu dados sobre o fluxo de veículos nas vias que contam com a restrição. Na Avenida Dom Pedro, no mês de maio, o VDM (Veículos Diários Médio) indicou 743. Em junho, 738. Em julho, 585. Em agosto, 766, e em setembro, 459. Na Avenida dos Imigrantes, o VDM indicou, para os mesmos meses, respectivamente: 1.452, 1.416, 668, 500 e 496. Já para a Avenida Alberto Diniz, o VDM foi de: 778, 770, 459, 408 e 400.

OUTRAS AÇÕES DA PASTA DE MOBILIDADE URBANA

O secretário de Mobilidade Urbana, Manoel Botelho, anunciou também, na ocasião, algumas ações no trânsito da cidade previstas nesta gestão.

Dentre elas, ele disse que há previsão para o prolongamento da Avenida Europa, com o prolongamento da Rua Oswal-do Assis do seu tramo final até a Avenida dos Imigrantes (intervenção junto ao Clube Ferroviários).

Também está prevista a transposição da Avenida dos Imigrantes pelo futuro prolongamento da Rua Oswaldo Assis, fazendo a ligação desta com a Rua Tupy, constituindo dessa forma, uma nova rota de tráfego para o centro da cidade.

Além disso, deve ser feita uma intervenção possibilitando a conversão à esquerda na Avenida dos Imigrantes – Jardim Califórnia, com a transposição da Avenida dos Imigrantes pela Rua Ernesto Lo Sardo, encaixando esta à rotatória da Avenida Alberto Diniz.

 

O conteúdo desta página requer uma versão mais recente do Adobe Flash Player.

Obter Adobe Flash player