O conteúdo desta página requer uma versão mais recente do Adobe Flash Player.

Obter Adobe Flash player

Dia Internacional comemora 100 anos da animação no Brasil. Edith Cultura exibe a mostra pela 10ª vez

Mais de 250 cidades ao redor do globo vão parar no próximo sábado, 28, às 19h30, para celebrar o 14º Dia Internacional da Animação (DIA). Bragança também está neste bonde, graças à parceria do Espaço Edith Cultura com a mostra de curtas metragens de animação, que, este ano, invade o Índigo Arte – espaço cultural recém-inaugurado. Serão exibidos onze títulos ao longo de uma hora. Para completar a noite, muita música com o DJ StereoLeo (PE) e comidinhas do Proyeto: Latinidades. A entrada é gratuita.

O evento local é fruto da parceria do Edith Cultura com o DIA, inaugurada em 2008, e que entra em seu 10º ano consecutivo, agora também com o apoio da Universidade São Francisco. Este ano, para homenagear o centenário do cinema de animação brasileiro, será exibida a Mostra Histórica, composta por uma hora de curtas de destaque na história do estilo, produzidos entre 1930 e 1997. Para fechar a sessão, será exibido o curta, “Reanimando o Kaiser”, releitura do que é considerado o marco zero do cinema de animação no Brasil, a charge animada “O Kaiser”.

Produzido em 1917 pelo caricaturista fluminense Álvaro Marins (Seth), a charge é uma alusão clara ao contexto geopolítico internacional daquela época, às sombras de uma guerra mundial. Por falta de preservação adequada, o filme foi perdido, salvando-se apenas uma imagem de referência da obra. Em 2013, o documentário ‘Luz Anima Ação”, uma produção da IDEOgraph, dirigida por Eduardo Calvet, convidou oito grandes nomes do estilo no Brasil a recriar essa obra pioneira, em um trabalho coletivo que mistura diversas técnicas de animação. O resultado é uma película densa, reflexiva e metalinguística única, que reflete bem a diversidade da animação produzida no país.

Proyecto: Latinidades

Criado pela jornalista Marina Amazonas, o Proyeto: Latinidades faz sua estreia em Bragança Paulista dentro da programação do Dia Mundial da Animação. A ideia é, a cada edição, promover uma viagem pelos sabores tradicionais da América Latina. No sábado, a jornada passa por Peru - com seu consagrado ceviche - e Chile, representado pelas empanadas. Ambos com versões vegetarianas.

Enquanto Nina, como é mais conhecida a cozinheira, pilota as panelas, o DJ StereoLeo cria o clima para agitar o fim da noite no Índigo, com uma seleção especialíssima, para fazer balançar o esqueleto.

Coluna Edith

Serviço:

DIA - Dia Internacional da Animação

19h30 - Grátis

Índigo Arte - Rua Boa Vontade, 75, Centro.

MOSTRA HISTÓRICA

Sessão 100 ANOS de Animação Brasileira

Classificação indicativa: 14 anos

5 minutos:

As Aventuras de Virgulino, de Luiz Sá (1930)

Frivolitá, de Luiz Seel (1930)

O Átomo Brincalhão, de Roberto Miller (1961)

Faz Mal, de Stil (1979)

3 minutos:

Precipitação, de Marcos Magalhães (1983)

Noturno, de Aída Queiroz (1986)

Informística, de César Coelho (1986)

Treiler, de Otto Guerra, José Maia e Lancat Motta (1986)

Uma Saída Política, de Arnaldo Galvão (1990)

Cuidando, Dá Linha, do Núcleo de Animação de Campinas (1997)

Reanimando o Kaiser (reconstituição/releitura coletiva do filme de 1917)

Música (pós-filmes)

DJ StereoLeo (PE)

Na Cozinha, Proyecto: Latinidades

Ceviche

Peixe: R$ 15

Banana: R$ 10

*Acompanham chips de três batatas

Empanada

Carne ou abobrinha com shitake: R$ 7

 

O conteúdo desta página requer uma versão mais recente do Adobe Flash Player.

Obter Adobe Flash player