O conteúdo desta página requer uma versão mais recente do Adobe Flash Player.

Obter Adobe Flash player

Prazo acaba e novos ônibus não são vistos no transporte coletivo da cidade

Matéria publicada na edição de 1º de outubro de 2017

 

Venceu nesse sábado, 30, o prazo para que a empresa Nossa Senhora de Fátima Auto Ônibus colocasse em circulação em Bragança Paulista dez veículos novos. A medida não foi cumprida.

Desde o início do ano, a Administração Jesus /Amauri vem negociando com representantes da concessionária melhorias para o serviço. Dentre as exigências feitas pela Prefeitura está a colocação de veículos novos e seminovos nas linhas do transporte coletivo.

Em julho deste ano, cumprindo parte do acordo firmado com a Administração, a empresa Nossa Senhora de Fátima colocou em circulação 12 ônibus seminovos.

Apesar de parecer um fato positivo, os usuários do serviço reclamaram e seguem reclamando das condições da frota da empresa.

A aquisição de 30 veículos novos também é parte do acordo firmado. A concessionária teria de colocar dez novos ônibus em circulação até o dia 30 de setembro, outros dez em dezembro deste ano e mais dez em março de 2018.

Contudo, nesse sábado, 30, nenhum veículo novo da frota da concessionária foi visto circulando.

O fato já era previsto. Na última terça-feira, 26, durante sessão da Câmara, o vereador Cláudio Moreno comentou o assunto, dizendo que o prazo para a renovação da frota estava vencendo e que ele não tinha informações de que a Nossa Senhora de Fátima conseguiria cumpri-lo.

O Jornal Em Dia entrou em contato com a empresa, na sexta-feira, 29, mas ninguém quis se manifestar sobre o assunto. Informações extraoficiais dão conta de que a empresa não teria conseguido fazer financiamento para a aquisição dos veículos.

O chefe de Gabinete da Prefeitura, José Galileu de Mattos, informou que o acordo firmado com a concessionária não estipulou penalidades em caso de descumprimento. “Esperávamos que eles cumprissem. Eles têm até meia-noite do dia 30 para cumprir. Se não cumprirem vamos analisar o que fazer”, declarou Galileu, explicando que a situação será levada ao conhecimento do prefeito Jesus Chedid, que no momento encontra-se afastado.

O conteúdo desta página requer uma versão mais recente do Adobe Flash Player.

Obter Adobe Flash player