O conteúdo desta página requer uma versão mais recente do Adobe Flash Player.

Obter Adobe Flash player

Big Brother Eleitoral

Olha só, nem gosto muito da cantora Rita Lee, gosto, sim, de suas músicas, porém uma vez ela teve uma ideia genial que faço questão de divulgar agora que estamos em período eleitoral. A cantora e ativista teve uma daquelas ideias brilhantes, dignas do seu gênio criativo. Então, reclamando da inutilidade de programas como o Big Brother, ela deu a seguinte sugestão: por que não colocar todos os pré-candidatos a cargos eletivos trancados em uma casa, debatendo e discutindo seus respectivos programas de governo.

Sem marqueteiros, sem assessores, sem máscaras e sem discursos ensaiados. Toda semana o público votaria e eliminaria um. No final do programa, o vencedor ganharia o cargo público pleiteado. Além de acabar com o repetitivo horário político, a população conheceria o verdadeiro caráter dos candidatos. Assim, quem financiaria essa casa seria o repasse de parte do valor dos telefonemas que a casa receberia e ninguém mais precisaria corromper empreiteira ou empresas de lixo sob a alegação de cobrir o “fundo de campanha”. A sobra da grana seria revertida para os cofres públicos, assim como a sobra da loteria. Então? A ideia não é incrivelmente boa? Já pensou aquele do “consórcio de votos” tendo que explicar sua traição? Já pensou aquele candidato tendo que explicar “casos e acasos”? Já pensou o candidato tendo que rezar para todos os santos, acendendo vela uma hora pro santo outra pro capeta? Não existiria paredão o suficiente. Que beleza, hein?! Vamos divulgar essa ideia: Casa dos Candidatos!

 

Falando em Votos – Nessa semana, policiais militares prenderam em flagrante, um candidato a vereador no município de Carnaubeira da Penha (sertão da PB). Trata-se de Gabriel Freire de Sá (PTB), que foi preso por comprar votos. Segundo fontes locais, o candidato estava trocando calçados por votos e foi conduzido à delegacia no ato. Calma! Pensou que fosse em Bragança, né?! Ainda não...

 

Falando Nisso – Em ano de eleições, é prática dos maus políticos que não têm projetos e nem planos de governo agir dessa forma. Sacos de cimentos, chuteiras e até dentaduras são os produtos mais solicitados pelos carentes sem falar em “perdoar dívidas” oferecer almoço e jantar etc. Então, tudo isso é aproveitado pelos políticos incompetentes.

 

Falando em Rádio – Semana passada quando critiquei a Rádio Norte 105,9 pela falta de foco de sua grade de programação, citei também a falta de profissionais competentes. Pois bem, gostaria aqui de pedir desculpas ao grande amigo e excelente profissional Juarez Sérgio (meu amigo Linguinha), que por muito tempo trabalhou na FM 102 e fazia um baita trabalho.  Juarez atualmente tem um programa na 105, de segunda a sexta, das 14 às 17h, o qual ainda não tive a oportunidade de ouvir, porém, dispensa meus comentários conhecendo o profissionalismo de Juarez. Quanto ao restante, mantenho minha crítica e sei que, com profissionais como Juarez, logo irá melhorar. Fica aqui meu pedido de desculpas ao amigo. Ah!  E vou cobrar minha camiseta!

 

Falando Nisso – Outro e-mail que recebi sobre esse mesmo assunto da Rádio 105 foi do Leandro Vidal, se desculpando pela mensagem enviada, afirmando que não foi ele quem escreveu e sim teve seu e-mail clonado. Disse que tudo se tratou de um mal-entendido e que admira muito a minha pessoa. É isso aí, Leandro, sem problemas, fico tranquilo em saber que não foi você, porém, tome cuidado com quem usa seu computador aí, hein?! “Tamu junto” e sucesso pra você, meu amigo.

 

Falando em Candidatos – É incrível a cara de pau de alguns candidatos a vereador que adesivaram seus carros (daquele jeito) e se acham no direito de, logo de manhã, tomarem conta de vagas na Rua do Mercado para deixar a tal “viatura” estacionada o dia todo, achando que estão fazendo propaganda de sua campanha eleitoral.

 

Falando em Exemplo – Vamos dizer “Não” a esses maus exemplos da política, que tiram as poucas vagas restantes que temos. Um mau exemplo é o candidato que deixa o seu próprio carro em frente seu estabelecimento comercial ali na Rua Atibaia (descida do Mercadão) em frente ao restaurante. Baita mau exemplo e depois vem ele em reunião com os comerciantes querer falar da falta de vagas no centro da cidade. Oras bolas, cadê o bom exemplo, hein?! 

 

Falando em Política – Depois de ter sido impugnado pelo Tribunal Eleitoral de Bragança, o candidato a vice-prefeito do PSB ganhou o recurso no Tribunal do Estado em segunda instância, ficando liberado temporariamente para seguir com a campanha, pois agora quem irá dar o veredicto final será o TSE em Brasília. Vamos aguardar, pois nem eles acreditavam nesse resultado, visto que até já haviam escolhido outro candidato a vice, ou melhor, uma candidata a qual continuará aguardando na fila da agonia.

 

Falando em Poste – Em Bragança, está ficando comum a prática dos postes invadirem as ruas (se é que vocês me entendem), pois não é a primeira vez que isso acontece... Na obra da Av. Dr. Marrey Júnior (Posto de Monta), as obras continuam paradas há mais de um mês, porque os postes estão “sentados à beira do caminho”. Uma briga por direitos. De um lado, a Prefeitura diz que a Empresa Elétrica deveria retirar os postes em cumprimento de contrato. Do outro, a Empresa Elétrica diz que depende de duas empresas de telefonia que usam os postes para fiação. Bem, enquanto isso, o local está um perigo para o trânsito. E assim caminham os postes pelas ruas de Bragança...

 

Falando em Vereadores – Essa vai desanimar alguns candidatos a vereador, hein?! Principalmente aqueles que já estão investindo o seu suposto salário em compra de votos. Semana passada, chegou à Comissão de Constituição e Justiça do Senado uma proposta de emenda à Constituição (PEC) que seguramente vai gerar muita polêmica pelo seu explosivo conteúdo. Apresentada por Cyro Miranda, a PEC pretende acabar com o salário dos vereadores em municípios de até 50.000 habitantes, porém, o texto ainda estipula tetos salariais para municípios na faixa 100 a 500 mil habitantes, que não poderão passar de 50%, do salário de um deputado estadual. Bem, se essa lei vingar, vai acabar com o salário de vereadores de cerca de 4.900 municípios afora. Já imaginou?

 

É OURO! – A política também mostra que no meio existem pessoas que usam do bom caráter e do bom senso para fazer a sua campanha. Pessoas que caminham com sua campanha limpa, fazendo reuniões sem precisar mentir ou falar mal de ninguém, sem precisar comprar votos e nem pressionar ninguém a votar usando de má-fé e até extorquindo eleitores. Enfim, ainda bem que restam pessoas do bem para assumirem um cargo em nossa Câmara Municipal dignamente. Vamos torcer para que a maioria dessas pessoas vença as eleições para que nossa cidade seja administrada por pessoas do bem!

 

 

É LATA! – Parece brincadeira! É difícil acreditar que há poucos meses a obra do tal “Buraco do Jango” na Av. Alziro de Oliveira foi concluída e atualmente parece que tudo vai vir abaixo novamente. Quase um milhão de reais para arrumar o tal buraco e, em apenas alguns meses, o local apresenta sinais dos mesmos problemas e já preocupa os moradores, sem falar no perigo do trânsito. Como diria Bóris Casoy, “Isso é uma vergonha!”.

 

Frase –  O amigo deve ser como o dinheiro, cujo valor já conhecemos antes de termos necessidade dele.” (Sócrates)

 

Reflexão da semana – O mundo não gira em torno do dinheiro. Por qualquer 10 reais eu explico melhor!                                                              

Até a semana que vem!

O conteúdo desta página requer uma versão mais recente do Adobe Flash Player.

Obter Adobe Flash player