O conteúdo desta página requer uma versão mais recente do Adobe Flash Player.

Obter Adobe Flash player

QUANDO UM PROFESSOR É AGREDIDO

Quando um professor é agredido, eu levo o soco junto com ele,

Eu sinto o sangue escorrer pelo rosto e o gosto da humilhação.

Quando um professor é agredido, todos nós professores deveríamos nos indignar com ele,

Porque a despeito do que tenham tentado nos transformar ao longo de décadas de descaso,

Ainda deveríamos ser uma classe.

Quando um professor é agredido, e não importa se com socos, palavras ou medidas governamentais,

Eu me sinto um pouco idiotizada e passo, mais uma vez, a questionar aquilo que professamos.

Quando um professor é agredido e ainda criticado e hostilizado,

Ele é agredido duas vezes, e eu ando perdendo as contas de quantas vezes somos nós professores agredidos nesse país.

Quando um professor é agredido... Quem se importa?

Afinal, é mais interessante defender político neonazista.

Quando um professor é agredido, é culpa dele.

Quando um professor é agredido, ai dele se fizer alarde.

Quando um professor é agredido...

Todo dia um professor é agredido, se não com socos, com o descaso governamental,

Se não com xingamentos, com o salário irrisório que recebe,

Se não com ofensas, com a tentativa constante de aniquilar a classe.

Quando um professor é agredido, eu sangro junto com ele.

Eu sou PROFESSORA.

O conteúdo desta página requer uma versão mais recente do Adobe Flash Player.

Obter Adobe Flash player