O conteúdo desta página requer uma versão mais recente do Adobe Flash Player.

Obter Adobe Flash player

Só a vitória interessa para o Braga no jogo de hoje diante do Ypiranga

Matéria publicada na edição de 30 de julho de 2017

 

Preocupado com o possível rebaixamento para a quarta divisão e o fato do time não vencer há sete rodadas no Brasileirão da Série C, o técnico Roberto Fonseca deve mudar o time e o esquema de jogo para enfrentar o Ypiranga, neste domingo, 30, às 15h, no Estádio Colosso da Lagoa, na cidade de Erechim, no interior do Rio Grande do Sul.

A situação do Braga no campeonato é complicada, pois o time aparece na penúltima colocação do Grupo B, com 11 pontos. Diante disso, o duelo deste domingo é decisivo para a permanência da equipe na Série C do Brasileirão no ano que vem.

O Braga ainda tem sete jogos para disputar na Série C. O time encara neste domingo o Ypiranga-RS, na sequência duela contra o Mogi Mirim (em casa), o Volta Redonda (fora), o Tombense (em casa), o São Bento (fora), o Joinville (em casa) e o  Tupi-MG ( fora) para encerrar sua participação no Campeonato 2017.

Segundo as contas feitas pela comissão técnica do Massa Bruta, dos 21 pontos possíveis a serem conquistados, o time, para escapar do rebaixamento, precisa somar ao menos 11, contudo, para conquistá-los, precisa começar a vencer, fato que não acontece há sete rodadas.

Uma das preocupações do treinador é a falta de gols, já que em 11 partidas, o Bragantino assinalou apenas nove gols, salientando que sete jogadores diferentes balançaram as redes dos adversários. O artilheiro do time no campeonato é o meia Vítor, com três gols.

BRAGA TEM DOIS DESFALQUES CERTOS

Para o duelo de logo mais, o técnico Roberto Fonseca não poderá contar com dois jogadores: o lateral direito Bruno Oliveira, que recebeu o terceiro cartão amarelo no empate com o Macaé e está suspenso, e o meio-campista Wellington, que sofreu lesão na região da clavícula e foi vetado pelo DM.

Na lateral direita, Fonseca deve colocar Kellyton. No meio-campo as opções são muitas, mas o treinador deve optar por Édson Sitta no lugar de Wellington, com o intuito de fortalecer o meio-campo.

No sistema defensivo, Juliano deve ganhar a vaga de titular no lugar de Júnior Goiano, enquanto no ataque, Vítor e Jobinho esperam ter uma chance no time titular.

Vale ressaltar que os atacantes Matheus Peixoto e Alex Amado ainda não estrearam com a camisa do Braga. Matheus ficou à disposição do treinador, na última partida contra o Macaé, mas não foi aproveitado. Já Alex Amado nem sequer ficou como suplente no banco de reservas.

 

O conteúdo desta página requer uma versão mais recente do Adobe Flash Player.

Obter Adobe Flash player