O conteúdo desta página requer uma versão mais recente do Adobe Flash Player.

Obter Adobe Flash player

Quase três mil doses da vacina contra a gripe são distribuídas no Dia D

Matéria publicada na edição de 16 de maio de 2017

 

Vice-prefeito e secretária de Saúde visitaram várias unidades para acompanhar de perto o andamento dos trabalhos

 

No último sábado, 13, foi realizado em todo o país o Dia D de vacinação contra a gripe. Em Bragança Paulista, todas as unidades de saúde ficaram abertas para receber a população e a Prefeitura também disponibilizou postos volantes em alguns pontos.

A mobilização da campanha movimentou os postos de saúde durante todo o dia. Vários deles receberam a visita do vice-prefeito, Amauri Sodré, da secretária de Saúde, Marina de Oliveira, do chefe da Divisão de Vigilância Epidemiológica, Rodrigo Bueno, e do assessor Marcus Leme, que acompanharam de perto o andamento dos trabalhos.

A população que foi aos postos no sábado também pôde aproveitar e se vacinar contra a febre amarela.

A imunização contra a febre amarela ainda contou com um mutirão no Morro Grande, onde os moradores foram abordados de casa em casa pela equipe de vacinação.

Conforme os dados da Prefeitura, já receberam a vacina contra a febre amarela na cidade 66 mil pessoas, sendo 2.840 apenas no último sábado.

A vacina contra a gripe já foi distribuída a quase 20 mil pessoas, sendo 2.907 doses no Dia D, realizado no sábado.

O Ministério da Saúde apurou que 58,70% da população que integra o público-alvo da campanha contra a gripe foi vacinado em Bragança Paulis-ta. No grupo de idosos, 66,07% foram imunizados; as gestantes que tomaram a vacina somam 35,04%; já no grupo de crianças, 38,16% receberam a dose.

As vacinas continuam disponíveis nos postos de saúde até o dia 26 de maio.

AMPLIAÇÃO DO PÚBLICO-ALVO

O público-alvo da campanha de vacinação contra a gripe é composto por bebês a partir dos seis meses e crianças menores de cinco anos de idade, idosos a partir dos 60 anos, gestantes, puérperas (mulheres que tiveram filhos nos últimos 45 dias), indígenas, profissionais de saúde que trabalham em serviços públicos e privados e professores das redes pública e privada.

Na última semana, porém, o governador Geraldo Alckmin ampliou essa lista, incluindo como público-alvo da campanha profissionais das polícias militar, civil e científica, bombeiros, carteiros, profissionais do Poupatempo, judiciário e Ministério Público. O governador reconheceu que esses trabalhadores também têm contato frequente com o público e estão mais suscetíveis ao vírus da gripe.

 

O conteúdo desta página requer uma versão mais recente do Adobe Flash Player.

Obter Adobe Flash player