O conteúdo desta página requer uma versão mais recente do Adobe Flash Player.

Obter Adobe Flash player

Em Dia com o Leitor: Servidor se indigna por não poder entrar em assembleia

Matéria publicada na edição de 30 de abril de 2017

 

O Jornal Em Dia recebeu, na noite de quinta-feira, 27, um e-mail do funcionário Bruno da Silva Pereira, relatando indignação por sua entrada não ser permitida na sede do Sismub (Sindicato dos Servidores e Trabalhadores Municipais de Bragança Paulista e Região), durante assembleia que tratava da campanha salarial deste ano. Acompanhe:

“Boa noite!

Gostaria de pedir a atenção de vocês para manifestar a minha indignação em relação à assembleia da campanha salarial dos servidores públicos municipais de Bragança Paulista realizada hoje, 27/04/2017, às 18h30 na sede do SISMUB.

Sou Bruno, servidor público municipal desde 2012 e desde 2013 participo das assembleias realizadas pelo sindicato nas campanhas salariais de cada ano.

Todos sabemos que, infelizmente, a participação dos funcionários municipais no que diz respeito à luta por seus direitos ainda é pouca, o que se evidencia pelo pequeno número de servidores que comparecem às assembleias para discussão de nossos direitos.

Fiquei sabendo da assembleia de hoje por meio de um comunicado emitido pelo sindicato entregue nas repartições e por uma entrevista publicada, nos quais diziam que todos os servidores estariam convocados a participar.

Hoje, ao chegar à sede do sindicato para participar da campanha salarial, surpreendentemente fui IMPEDIDO de entrar com a alegação de que não sou associado ao SISMUB. Argumentei com a pessoa que me recebeu dizendo que todos os funcionários teriam sido convidados a participar desta campanha salarial e que, por se tratar de uma discussão que afeta a vida de todos os servidores, “por que somente os associados teriam esse direito?”.

 Considerando que o SISMUB emitiu comunicado convocando a presença de todos os servidores na assembleia de hoje, sem mencionar distinções, e que sou um funcionário que participou de todas as campanhas salariais desde 2013 lutando por meus direitos e pelos direitos de meus colegas de trabalho com honra e respeito, deixo registrado aqui meu sentimento de injustiça e total decepção com tamanho desrespeito, desorganização e descaso a que fui submetido hoje pelo sindicato que foi eleito para lutar por meus direitos e pelos direitos de meus queridos colegas de trabalho.

Obrigado pela atenção”.

Bruno da Silva Pereira

 

 

O conteúdo desta página requer uma versão mais recente do Adobe Flash Player.

Obter Adobe Flash player