O conteúdo desta página requer uma versão mais recente do Adobe Flash Player.

Obter Adobe Flash player

Vacinação contra a febre amarela continua em Bragança neste fim de semana

Matéria publicada na edição de 13 de abril de 2017

 

Um mutirão de vacinação contra a febre amarela foi realizado pela Prefeitura de Bragança Paulista, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, Divisão de Vigilância Epidemiológica e Controle de Doenças, no último fim de semana.

A ação ocorreu nos Bairros Atibaianos, Modestos, Rio Abaixo, Sete Barras, Mãe dos Homens, Usina, Caetano, Araras dos Pereira e Couto e vacinou 1.984 pessoas.

De acordo com a Secretaria de Saúde, a vacinação nos Bairros Atibaianos, Mãe dos Homens e Araras dos Pereira continua até esta quinta-feira, 13. “Caso algum morador dessas áreas não tenha recebido a vacina, é preciso que procure a Unidade de Saúde no Mãe dos Homens para agendar a vacinação”, orientou a Prefeitura.

O mutirão de vacinação contou com a participação de 40 profissionais, incluindo enfermeiros e técnicos de enfermagem.

A Prefeitura programou o segundo mutirão para este fim de semana, dias 15 e 16. A ação ocorrerá nos bairros próximos a Pinhalzinho, Jardim das Palmeiras, Curitibanos e Araras dos Cardoso. As pessoas que não forem atendidas no mutirão no fim de semana serão vacinadas nos dias seguintes, na segunda, terça, quarta e quinta.

A febre amarela é uma doença infecciosa febril aguda, causada por um vírus transmitido por vetores artrópodes (insetos), que possui dois ciclos epidemiológicos distintos de transmissão: silvestre e urbano. Reveste-se da maior importância epidemiológica por sua gravidade clínica e elevado potencial de disseminação em áreas urbanas infestadas pelo mosquito Aedes aegypti.

Até agora, não há casos suspeitos de febre amarela em Bragança Paulista. A Secretaria Municipal de Saúde informou que está alerta à situação, acompanhando os boletins emitidos pelo Centro de Vigilância Epidemiológica e as atualizações divulgadas pelo estado.

Mais informações podem ser obtidas junto à Divisão de Vigilância Epidemiológica e Controle de Doenças, no telefone: (11) 4034-4144, de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 17h.

O conteúdo desta página requer uma versão mais recente do Adobe Flash Player.

Obter Adobe Flash player