Dia Mundial do Autismo: evento promovido por várias instituições celebra a data

O conteúdo desta página requer uma versão mais recente do Adobe Flash Player.

Obter Adobe Flash player

Dia Mundial do Autismo: evento promovido por várias instituições celebra a data

Matéria publicada na edição de 2 de abril de 2017

Neste domingo, 2, é celebrado o Dia Mundial do Autismo. Bragança Paulista já tinha uma lei que criou a Semana de Conscientização sobre o Autismo. Nessa semana, a lei foi alterada e, com isso, a cidade passou a ter uma Semana de Conscientização sobre o Autismo e demais Pessoas com Necessidades Especiais. E para marcar a data, um evento com a participação de diversas instituições que cuidam de pessoas deficientes está sendo realizado no Lago do Taboão.

As atividades começaram nesse sábado, 1º, e prosseguem neste domingo, 2. Estão participando a Apae (Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais), Adef (Associação Deficientes Físicos), Associação Beneficente São Lucas, Amadas (Associação de Mães de Autistas), Associação de Surdos, Ceilibras (Centro Educacional de Idiomas Libras) e Projeto Casulo.

Uma das organizadoras do evento e que propôs a alteração da lei mencionada foi a vereadora Rita Leme. Nesse sábado, ela estava muito emocionada pelo resultado da iniciativa. “Estou muito emocionada. Porque você olha de um lado, tem um monte de crianças surdas, do outro, um monte de crianças cegas, um monte de crianças que não andam e um monte de crianças normais, todas convivendo juntas, a inclusão é isso. É essa a proposta, a conscientização da população, que as pessoas respeitem essas crianças em todos os sentidos. Esse é o objetivo. Graças a Deus, por ser a primeira vez, está dando certo”, disse.

Rita contou que um dos momentos de bastante alegria nesse sábado foi a apresentação da Banda Lyra Bragança, com a participação de várias crianças e jovens deficientes, que dançaram enquanto a banda tocava.

O padre José Roberto Cavasa, da Paróquia Coração Imaculado de Maria, também estava presente e colaborou na organização do evento. Ele disse que eventos como este realizado no Lago do Taboão são importantes para fazer a sociedade tomar consciência do trabalho que deve ser feito com aqueles que têm necessidades especiais. “É um momento de unidade, é isso que precisamos para fazer um trabalho melhor com aqueles que precisam”, afirmou.

Para o padre, já houve um grande avanço no Brasil e no mundo sobre a inclusão dos deficientes. “Antes, faltava essa conscientização, então, aqueles com necessidades especiais eram um pouco isolados. E agora não. Estamos integrando mais a sociedade, eles estão fazendo parte da nossa sociedade, do nosso meio, isso é importante”, considerou.

A reportagem também conversou com o presidente da Associação São Lucas, Jedaías Teófilo Pereira. Ele contou que a entidade estava com sua equipe de profissionais que cuida dos deficientes visuais. No estande da São Lucas, era possível ter acesso ao material que é usado para educar o deficiente visual.

Jedaías observou que o fato de o evento ter reunido várias instituições foi muito positivo. “O que está acontecendo hoje é um avanço extra, por causa da união das entidades voltadas aos deficientes. Vejo dois pontos positivos. A inclusão em dois sentidos. Para as pessoas conhecerem mais sobre as deficiências e para os deficientes se integrarem com a sociedade”, avaliou.

A presidente da Amadas, Inezita Prandini, declarou que estava muito feliz pela união das entidades em prol de uma causa comum: a conscientização sobre a inclusão. “Estamos muito felizes com esse evento. Ano passado, nós já estávamos caminhando sozinhas praticamente. Este ano já recebemos parcerias e a tendência é sempre melhorar. Estamos muito felizes e sabemos da importância de mostrar isso para nossa sociedade, incluir os nossos autistas e outros deficientes também, para que a gente possa proporcionar para eles o melhor, na nossa cidade, não termos de sair, procurar atendimento em outras cidades”, comentou.

Sobre o Dia Mundial do Autismo, celebrado neste domingo, 2, Inezita afirmou que a Amadas hoje conta com 30 famílias cadastradas, mas que todos os dias novas mães procuram a instituição para ter mais informações sobre o autismo. Ela considerou que há motivos para comemorar, porque nos últimos anos a causa ganhou mais visibilidade. “Podemos comemorar que a data já está sendo divulgada, que o nosso espaço está sendo respeitado. A nossa associação Amadas está sendo reconhecida”, afirmou.

Inezita ainda convidou toda a população a participar das atividades que serão realizadas neste domingo, 2, na Arena do Lago do Taboão. “Quero convidar, ou melhor, intimar a população toda de Bragança e região para participar. Não é porque você não tem um filho especial que não precisa participar, você sempre conhece alguém, tem um parente, isso pode fazer a diferença. A população está convidada a nos ajudar”, concluiu.

Neste domingo, 2, as atividades acontecem das 10h às 16h. Haverá apresentação da Cia Magic Dance, shows, palhaços, brinquedos infláveis, pintura de rosto, atividades recreativas, zumba, super-heróis, mágico, entre outras atrações. Também haverá serviços promovidos em parceria com a Embelleze e a Nova Biotec.

Para participar, basta comparecer, pois o evento é gratuito.


O conteúdo desta página requer uma versão mais recente do Adobe Flash Player.

Obter Adobe Flash player