O conteúdo desta página requer uma versão mais recente do Adobe Flash Player.

Obter Adobe Flash player

Em meio a atraso no pagamento de médicos, Prefeitura oficializa aditamentos contratuais com a ABBC

Matéria publicada na edição de 8 de novembro de 2016

 

A Prefeitura de Bragança Paulista publicou, na última sexta-feira, 4, na Imprensa Oficial, os extratos de aditamentos dos contratos que mantém com a ABBC (Associação Brasileira de Beneficência Comunitária). E as publicações confirmaram o que já havia sido divulgado, no início de outubro, pela Secretaria Municipal de Saúde.

Foram renovados os contratos para gestão e execução de serviços de saúde nas ESFs (Estratégia de Saúde da Família) e UBSs (Unidades Básicas de Saúde) e de gestão e execução de serviços de saúde na UPA (Unidade de Pronto-atendimento) e Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência).

Para a atenção básica, a renovação foi de seis meses, conforme o Jornal Em Dia já havia adiantado em publicação do dia 2 de outubro. Esse contrato será válido, então, até 29 de março de 2017. Já o contrato que envolve a UPA e o Samu foi aditado por 12 meses, até 29 de setembro de 2017.

As renovações foram oficializadas em um período de novas críticas à organização social, que atua no município desde 2013. Desta vez, além da falta de medicamentos que perdurou nesses três anos, há novamente o problema de atraso no pagamento de salários dos médicos, o que os levou a suspender parcialmente o atendimento nos postos de saúde. Apenas renovação de receitas e avaliação de exames estariam sendo feitas por eles.

Para se ter uma ideia, até essa segunda-feira, 7 de novembro, os profissionais teriam recebido apenas 50% dos vencimentos referentes a setembro. Porém, conforme informações da secretária municipal de Saúde, Grazielle Bertonlini, os 50% restantes seriam pagos ainda nessa segunda-feira.

 

O conteúdo desta página requer uma versão mais recente do Adobe Flash Player.

Obter Adobe Flash player