Um jogão de tirar o fôlego: Ferroviários vence Garotos do América de virada e conquista o tricampeonato do Amador do Estado 2016

O conteúdo desta página requer uma versão mais recente do Adobe Flash Player.

Obter Adobe Flash player

Um jogão de tirar o fôlego: Ferroviários vence Garotos do América de virada e conquista o tricampeonato do Amador do Estado 2016

Matéria publicada na edição de 8 de novembro de 2016

 

Bragança Paulista está novamente em festa. O Ferroviários Atlético Clube é tricampeão invicto do Campeonato Amador do Estado de São Paulo 2016.

A partida final aconteceu na manhã do último domingo, 6, no Marcelão (Estádio do C. A. Bragantino) e recebeu um excelente público, o qual vibrou muito com a virada do Ferroviários em cima do time do Garotos do América, da cidade de Guarulhos, pelo placar de 4 a 3, resultado que deu ao FAC e a Bragança o terceiro título do Amador do Estado. Essa conquista consolidou a equipe grená como o principal time amador do estado de São Paulo pela estrutura que o clube apresenta dentro e fora dos gramados.

Vale ressaltar que a Locomotiva Avinhada conquistou o título deste ano de forma invicta e também se tornou o primeiro tricampeão deste importante campeonato estadual organizado e realizado pela Federação Paulista de Futebol (FPF).

JOGO DE TIRAR O FÔLEGO

Não poderia ser diferente. Ferroviários e Garotos do América apresentaram um grande jogo de futebol, digno de uma final de campeonato, o que agradou os torcedores presentes em grande número no Marcelão, na manhã do último domingo.

O FAC começou o primeiro tempo levando um susto, haja vista que nos primeiros 20 minutos a partida já estava com o placar apontando 2 a 0 para o aguerrido “Capitão América” guarulhense, com os dois gols assinalados pelo artilheiro do campeonato, Tom, que chegava ao seu sétimo gol na competição.

Com um time de jogadores experientes, o Ferroviários, mesmo em desvantagem no placar, continuava a ditar o ritmo da partida. E, no fim do primeiro tempo, o meio-campista Popó converteu uma cobrança de pênalti e diminuiu o placar para 2 a 1, terminando assim a primeira etapa com a vantagem do time guarulhense. 

SEGUNDO TEMPO: A VIRADA

No segundo tempo, o time do FAC voltou disposto a virar a partida e conquistar o tricampeonato. Logo no início da etapa final, com gols de Popó e Márcio Careca, o time conseguiu virar a partida para 3 a 2, para o delírio dos seus torcedores. Só que do outro lado tinha o artilheiro do campeonato, Tom. E em um contra-ataque rápido, o atacante sofreu pênalti que ele mesmo cobrou e empatou a partida. Com esse gol, Tom chegava ao oitavo gol no campeonato, se isolando ainda mais na artilharia. 

No fim da partida, o Ferroviários ainda marcou o quarto gol com o lateral Felipe Baião, fechando assim, com chave de ouro, a vitória.

Quão logo o árbitro apitou o final da partida, jogadores, comissão técnica e torcedores do Ferroviários vibraram muito com a conquista do tricampeonato: 2013, 2014 e 2016.

Pela conquista do Amador do Estado deste ano, o FAC ganhou o direito de representar no final de 2017 o estado de São Paulo no Campeonato Sul-Brasileiro não profissional.

ELENCO E COMISSÃO TÉCNICA DO FAC CAMPEÕES

O Ferroviários inscreveu neste campeonato os seguintes atletas: Ricardo, Grelo e Carlinhos (goleiros), Felipe Baião, Tóbi, Baiano, Nenê, Romerito, Bitinho, Márcio Careca, Messias, Popó, Duílio, Caíque, Sorriso, Diegão, Rafinha, Diego, Waltinho, Digão, Rodrigo Jaú, Gil Baiano, Rubens, Rafael, Nóia e André Leone.

A comissão técnica do FAC foi formada por Paulinho do Barril (técnico), Vini (auxiliar técnico), Mauro Moreira e Alexandre Moreira (médicos), Leandro (massagista) e Felipe Pannunzio (preparador físico), Rodrigo Morales (patrono), Fabinho Brochetta (presidente) e Alexandre Brochetta (vice-presidente).

FICHA TÉCNICA

 

SEGUNDO JOGO DA FINAL DO CAMPEONATO AMADOR DO ESTADO 2016

Local: Marcelão, em Bragança Paulista/SP

Data:  6 de novembro (domingo)

Árbitro: Roberto Pinelli, que foi auxiliado por Fernando Afonso Gonçalves de Melo e Márcio Jacob

FERROVIÁRIOS  - 4

Ricardo; Felipe Baião, Baiano, Tóbi e Nenê (Rafinha); Bitinho, Romerito, Márcio Careca (Digão) e Popó; Duílio (Caíque) e Messias (Diegão)

Técnico: Paulinho do Barril

Gols: Popó, aos 44’1/T e aos 10’2/T, Márcio Careca, a 1’ 2/T, e Digão, aos 47’2/T

Cartões amarelos: Romerito e Tóbi

GAROTOS DO AMÉRICA – 3

Felipe; Tiaguinho, Éverton, Jeremias e Rinaldo (Silas);  Wellington, Di (Rodinei, depois Braz) e Dênis (Rafinha) e Aurélio (Dan); Tom e Mákson

Técnico: Amauri Pereira

Gols: Tom, aos 10 e 23’1/T e aos 12’2/T

Cartões amarelos: Éverton, Wellington e Di

O conteúdo desta página requer uma versão mais recente do Adobe Flash Player.

Obter Adobe Flash player