O conteúdo desta página requer uma versão mais recente do Adobe Flash Player.

Obter Adobe Flash player

Dois flagrantes de violência doméstica são registrados na Vila Aparecida

 Matéria publicada na edição de 27 de setembro de 2016

 

Ocorrências foram registradas no fim de semana e os agressores acabaram presos

 

A Polícia Militar e a Guarda Civil efetuaram a prisão de Régis C. Santos, 41, e Ademir L. Oliveira, 33, depois de autuá-los em flagrante por violência doméstica, na Vila Aparecida.

A primeira ocorrência foi registrada por volta de 9h30 de sábado, 24, quando policiais militares foram acionados na Rua Professor Luiz Nardy e apuraram que Régis ameaçava agredir seu pai, um idoso de 62 anos, inclusive tentando arrombar a porta do quarto, onde ele tinha se trancado.

O idoso, para escapar da investida do filho, tentou sair pela janela, mas acabou caindo e sofrendo ferimentos.

No instante em que os policiais deram voz de prisão a Régis, ele passou a desacatá-los, ofendendo-os e xingando-os, sendo contido e levado ao Plantão Central, onde acabou autuado em flagrante por ameaça – violência doméstica – desacato, resistência e injúria e recolhido à cadeia.

A segunda ocorrência, registrada na tarde de domingo, 25, pouco mais de 24 horas, também aconteceu no referido bairro, porém, na Rua Itararé.

Conforme consta em boletim, guardas civis da Romu (Ronda Ostensiva Municipal) se deslocaram para atender uma briga e, no local, em contato com a vítima, ela relatou que seu ex-namorado, Ademir, não aceita o fim do relacionamento e, por isso, passou a lhe perseguir.

Naquele dia, ele esteve em sua casa e, depois de danificar as portas com chutes e quebrar alguns objetos, a agrediu. Uma amiga que estava em sua casa também foi ameaçada por Ademir. Acompanhados da vítima, os guardas foram até a casa de Ademir, na Rua Professor Luiz Nardy, e ele, ao vê-los, ficou correndo de um lado para o outro, até ser detido. Ainda assim, Ademir resistiu à prisão, investindo contra os guardas civis, desferindo socos e chutes.

Diante das evidências, ele foi conduzido ao Plantão Central da Polícia Civil, autuado em flagrante por lesão corporal e ameaça – violência doméstica – e por resistência, sendo recolhido à cadeia.

 

O conteúdo desta página requer uma versão mais recente do Adobe Flash Player.

Obter Adobe Flash player