O conteúdo desta página requer uma versão mais recente do Adobe Flash Player.

Obter Adobe Flash player

Bragantino e Barretos jogam nesta quarta e relembram decisão do título Paulista da 1ª Divisão de Acesso em 1965

O último jogo entre as duas equipes foi há 48 anos atrás no Campeonato Paulista Divisão de Acesso da FPF em novembro de 1968

 

O jogo desta quarta-feira, 3, entre C. A. Bragantino e Barretos E. C. tem história para ser contada. Os dois clubes decidiram, há 51 anos, o título do Campeonato Paulista da 1ª Divisão de Acesso da FPF, hoje chamado de Campeonato Paulista da Série A2.

Bragantino e Barretos decidiram o título daquele ano em duas partidas. O Braga venceu o primeiro jogo por 1 a 0, com gol do meia esquerda Hélio Burini.

Já no segundo jogo, ocorrido no dia 23 de novembro de 1965, uma quinta-feira à noite, no Pacaembu, em São Paulo, Bragantino e Barretos fizeram uma partida dramática que terminou empatada em 2 a 2, com os torcedores do Massa Bruta comemorando o título de campeão do Campeonato Paulista da 1ª Divisão de Acesso, conquistando, pela primeira vez na sua história, o direito de disputar, no ano de 1966, a elite do Futebol Paulista com Corinthians, Palmeiras, Santos, São Paulo e Portuguesa.

Os gols do Braga, no segundo jogo da decisão, foram marcados por Nardinho e Nivaldo. Os dois gols do Barretos foram anotados pelo centroavante Vanderlei.

ÚLTIMO JOGO ENTRE BRAGANTINO E BARRETOS FOI EM 1968

O último confronto entre Bragantino e Barretos foi disputado no dia 26 de novembro de 1968 no Parque São Jorge, em São Paulo, às10h, jogo valido pela fase final do Campeonato Paulista da Divisão de Acesso.

O Massa Bruta venceu o Barretos pelo placar de 3 a 2, com gols de Nelson (2) e Milton. Para o Barretos marcaram os gols Brida e Bravo.

O Bragantino jogou e venceu com: Cabeção, Luizinho, Milton, Valter e Nenê; Roberto e Hélio Burini; Faustino, Aluisio, Nelson e Valdir. Técnico: Antônio Julião. Já o Barretos contou com os seguintes atletas: Adalberto, Antenor, Beto, Colombo e Roberto; Ulisses e Bezerra; Benê, Brida, Bravo e Tota. Técnico: Adésio. O juiz da partida foi Oscar Scolfaro.

Além do Bragantino e do Barretos também participaram da fase final daquele ano as equipes da Ponte Preta (Campinas), Ferroviário (Araçatuba), Paulista (Jundiaí) e Francana (Franca).

E o Paulista de Jundiaí sagrou-se campeão conquistando o acesso a elite do Futebol Paulista. Vale ressaltar que 17 times disputaram o campeonato naquele ano.

DADOS TÉCNICOS DO JOGO

2º JOGO DA DECISÃO ENTRE BRAGANTINO X BARRETOS

Data: 23/11/1965 (quinta-feira, à noite)

Local: Estádio Municipal Paulo Machado de Carvalho (Pacaembu), em São Paulo 

Árbitro: José Astolphi

Renda: RC$ 12.847.000,00

BRAGANTINO – 2

Odarci; Robertão, Ivan e Geraldo; Del Pozzo e Wálter; Nardinho, Norberto, Nivaldo, Hélio Burini, e Wilsinho Acedo

Técnico: Arthur Zogminani (Arturzinho)

Gols: Nardinho e Nivaldo

BARRETOS – 2

Xisto; Combinho, Antoninho e Lourenço; Zé Maria e Salvador; Zezinho, Adílson, Vanderlei, Adézio e Rodolfo

Técnico: Prof. Sidney Cotrin

Gols: Vanderlei (2)

 

O conteúdo desta página requer uma versão mais recente do Adobe Flash Player.

Obter Adobe Flash player