O conteúdo desta página requer uma versão mais recente do Adobe Flash Player.

Obter Adobe Flash player

A Nação que não esperou por Deus será exibido nesta sexta, no Cinemaba

O documentário “A Nação que não esperou por Deus”, será exibido nesta sexta, às 19h30 no Cinemaba, em mais uma sessão gratuita e aberta ao público do projeto Imagens Vivas.

A exibição do filme havia sido agendada para o dia 30 de outubro, porém, como a escola EEMABA estaria fechada por conta do Dia do Funcionário Público, a produção do projeto optou por remarcar a sessão, ao invés de transferir o local.

A Nação que não esperou por Deus mostra o retorno da cineasta Lúcia Murat ao Mato Grosso do Sul, 15 anos depois de realizar o filme Brava Gente Brasileira, para registrar o impacto provocado na reserva kadiwéu pela chegada da eletricidade e com ela, a televisão. Mas, ao chegar, encontra a comunidade na luta pela retomada de suas terras, invadidas por pecuaristas. Os desafios dessa nova identidade indígena, dividida entre a reserva e a cidade, para onde se deslocaram parte dos kadiwéus, surgem em toda a sua complexidade, influenciados ainda pela instalação de cinco igrejas evangélicas na reserva. 

A sessão acontece em parceria com a Taturana - Mobilização Social, produtora que fomenta diálogos e articula redes a partir de filmes e outros materiais audiovisuais brasileiros. Essas redes formam circuitos alternativos de exibição e ampliam o alcance de uma obra audiovisual, fomentam espaços de debate a partir do cinema.

O projeto Imagens Vivas é patrocinado pela TE Connectivity, por meio da Lei de Incentivo à Cultura, e é gerido pela Com Tato Agência Sociocriativa em parceria com o Edith Cultura e com a Prefeitura de Bragança Paulista, por meio da Secretaria de Cultura e Turismo e da Secretaria de Educação.

Para saber mais, acesse:

https://www.facebook.com/ConexoesBragantinas

 

Serviço:

Cineclube Imagens Vivas

A Nação que não esperou por Deus

Sexta, 13 de novembro, 19h30

Cinemaba - EEMABA

Cel. Luiz Leme, 381

Sessões gratuitas e abertas ao público

O conteúdo desta página requer uma versão mais recente do Adobe Flash Player.

Obter Adobe Flash player