O conteúdo desta página requer uma versão mais recente do Adobe Flash Player.

Obter Adobe Flash player

Administração Fernão Dias/Huguette põe fim à espera de mais 155 famílias por uma moradia popular

Desta vez, serão entregues unidades do Conjunto Bragança F2, cujo sorteio ocorreu no ano de 2002

 

A Prefeitura de Bragança Paulista informou que fará, na próxima terça-feira, 28, o sorteio de endereços de mais 155 unidades do Conjunto Habitacional Bragança F2. Com isso, a Administração Fernão Dias/Huguette coloca fim à espera de 13 anos das famílias sorteadas.

A cerimônia de sorteio dos endereços está marcada para as 18h, no Núcleo de Apoio ao Professor e Aluno (Napa), situado na Rua São Bento, s/nº, na Vila Aparecida. O próximo passo acontecerá no sábado, 1º de agosto, quando as famílias assinarão os contratos das moradias, também no Napa. E no domingo, 2, a espera de 13 anos chega ao fim, pois elas receberão as chaves das casas.

O Conjunto Bragança F foi construído próximo ao Henedina Cortez. As unidades foram sorteadas no ano de 2002 e a previsão era que ele contasse com 374 casas. Foi estabelecido que as unidades seriam construídas em sistema de mutirão, com o material sendo fornecido pela CDHU (Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano) e a mão de obra pelas famílias contempladas. Mas o sistema não funcionou e o problema foi passando de administração para administração.

O ex-prefeito João Afonso Sólis (Jango) conseguiu terminar e entregar 84 unidades do conjunto, que ficou então denominado como Bragança F1. Mas ainda restavam centenas de moradias a serem construídas.

Em acordo com o governo estadual, a atual Administração assumiu a responsabilidade de construir 206 unidades. Dessas, 51 já foram entregues, pois estavam em fase adiantada quando a responsabilidade foi assumida, e 155 serão entregues nos próximos dias.

Ainda restam 84 moradias do Bragança F para serem construídas, mas essas estão sob a responsabilidade do governo estadual, que sequer realizou licitação para contratação de empresa que realizará a obra.

O Programa Moradia Popular, tratado como prioridade pela atual gestão, já entregou mais de 600 unidades na cidade, nos últimos três anos. Foram 45 casas do Bragança L.U., 51 do Bragança F2 e 423 unidades do Nicola Cortez. Até o final do mandato, a Administração Fernão Dias/Huguette pretende entregar 1.645 moradias populares. Os investimentos são de mais de R$ 140 milhões.

O conteúdo desta página requer uma versão mais recente do Adobe Flash Player.

Obter Adobe Flash player